Vídeos debatem hierarquia e acesso ao ensino superior

Educação Ensino superior

Participantes do projeto Jovens Agentes pelo Direito à Educação (JADE) prepararam o vídeo Ensino médio em 2 pontos.

Captura de tela inteira 16122013 151438

Para que serve o ensino médio? Como seria o modelo ideal para essa etapa de ensino? Com essas questões em mente, participantes do projeto Jovens Agentes pelo Direito à Educação (JADE) prepararam o vídeo Ensino médio em 2 pontos, dividido em duas partes: uma trata das dificuldades de alunos de escola pública acessarem o ensino superior e outra sobre o cotidiano da escola e as relações de poder.

Em “Barreiras no acesso ao ensino superior”, jovens, professores e pesquisadores falam sobre a “crise de identidade” do ensino médio, que oficialmente tem os objetivos de preparar os alunos para o mercado de trabalho, para o ensino superior e para a cidadania. O modelo do vestibular e a necessidade de cursinhos preparatórios é outro ponto levantado. Além disso, o vídeo aborda as políticas de ação afirmativa, como cotas e o Programa Universidade para Todos (ProUni).

O segundo vídeo, chamado “Estruturas Invisíveis”, debate a viabilidade da construção de uma escola mais democrática e a relação dos alunos com a autoridade do professor. Para isso, os entrevistados comentam a autonomia e os limites na atuação dos professores e a participação dos jovens na vivência escolar. A relação da escola pública com a Secretaria de Educação e outras instâncias de decisão também aparecem no vídeo.

O JADE é um projeto realizado pela Ação Educativa voltado para jovens com idades entre 16 e 20 anos, de baixa renda e moradores da Zona Leste de São Paulo. Além dos encontros que, em 2013, aconteceram duas vezes por semana na Ação Educativa, os jovens também participaram de atividades culturais, educativas e de mobilização em diferentes espaços da cidade de São Paulo.

Deixe um comentário

  • (não será exibido)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>