Prefeitura de SP abre edital para projetos de tecnologia de jovens da periferia

Mobilização

O VAI Tec irá apoiar projetos de até R$ 25 mil que promovam a inovação e a produção de conhecimento em diversas áreas

1391378332_596936461_1-Fotos-de--aulas-de-informatica-para-idosos-ou-leigos-no-assunto-R150

A partir de segunda-feira, dia 2 de fevereiro, estão abertas as inscrições para o VAI Tec. O programa irá apoiar atividades ligadas às tecnologias de informação e comunicação (TICs), principalmente as desenvolvidas por jovens de baixa renda. O objetivo é estimular a participação do “pequeno empreendedor e inovador”, produzindo pesquisa, tecnologia e inovação com recortes de juventude, gênero, étnico-racial e de pessoas com deficiência. A ideia é que os projetos apresentados ajudem a resolver problemas do dia a dia com a produção de conhecimento. “Queremos estimular a inovação na cidade, especialmente a partir da juventude, financiando o desenvolvimento de projetos e de processos”, explica Luiz Barbosa, coordenador de Desenvolvimento Econômico da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Trabalho e Empreendedorismo, responsável pelo edital.

Podem se inscrever pessoas físicas e jurídicas. No caso de pessoas físicas, o candidato deve ter mais de 14 anos e morar há pelo menos dois anos em São Paulo; no caso de grupos, deve ser escolhido um representante. Para pessoas jurídicas, o edital contempla microempresas, microempreendedores individuais e cooperativas, com sede na cidade há pelo menos dois anos.

Os projetos podem ter orçamento de até R$ 25 mil e prazo de execução de até 12 meses. As propostas podem incidir em diversas áreas: economia solidária e colaborativa, água e energia, educação, saúde, meio ambiente, cultura, esporte e lazer, direitos humanos, mobilidade, trabalho, entre outros. O ineditismo e a transversalidade (gênero, raça, geração e deficiência) são os critérios com maior peso na seleção. Além disso, a contribuição para reduzir desigualdades regionais também será avaliada. Podem ser escolhidos até 60 projetos.

As inscrições vão até 30 de abril. A partir de fevereiro, a Coordenação de Desenvolvimento Econômico vai iniciar uma programação de visita às regiões, às redes de equipamentos públicos, como escolas municipais e escolas técnicas estaduais, para divulgar e tirar dúvidas sobre o edital.

De acordo com o professor da Universidade Federal do ABC Sergio Amadeu da Silveira, a produção de tecnologia é uma das dimensões da cultura atualmente. “Existem muitos autodidatas e a chamada cultura hacker, que é uma cultura da curiosidade, do compartilhamento e do desafio. A dimensão cultural hoje não é só artística, não é só expressa no teatro, em vídeo ou em textos – é também expressa em tecnologia, principalmente tecnologias digitais. São inúmeras possibilidades e existem muitas pessoas capazes de criar essas invenções ou remixar coisas. A cidade de São Paulo tem uma possibilidade de criar novas ondas, como da internet das coisas, com uso de aparelhos celulares, com hardwares livres”.

Porém, ele alerta que o estímulo a essa produção não deve ser atrelado à capacitação para o mercado de trabalho. “Estamos falando da dimensão autônoma, cultural da tecnologia. No futuro, pode gerar pessoas mais capazes de trabalhar nesta área, mas não se faz isso tentando direcionar completamente a criação. Pessoas que conseguiram status na área de tecnologia puderam utilizar aparatos e dispositivos tecnológicos de maneira livre em sua casa, porque vieram da classe média. Precisamos incentivar que isso seja feito na periferia. A liberdade é a fonte da criatividade”, afirma.

Para ter acesso ao edital e ao formulário de inscrição, clique aqui.

2 comentários para “Prefeitura de SP abre edital para projetos de tecnologia de jovens da periferia”

  1. alcides j oliveira

    infelismente não consegui colocar os custo do meu projeto na tabela de preço não consegui alterar a celula com isso fiquei de fora?

    Responder
  2. Linking Sites

    É deste tipo de iniciativa que precisamos, nos EUA eles já estão investimento milhões na educação tecnológica desde o ensino básico, precisamos seguir na mesma linha para não ficarmos totalmente de fora no futuro!
    Obrigado por compartilhar!
    Alexandre.
    Desenvolvimento de sites

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será exibido)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>