USP tem recorde de ingressantes de escolas públicas

Educação Ensino superior

Número de alunos matriculados que se declararam pretos, pardos e indígenas (PPI) passou de 17,2%, em 2014, para 18,8%

Foto: Fernando Stankuns (Creative Commons) Foto: Fernando Stankuns (Creative Commons)

Da Agência USP

Em 2015, o número de ingressantes oriundos de escolas públicas na USP cresceu 8% em relação ao ano anterior, passando de 32,3% para 35,1%. Esse número representa o maior índice registrado na Universidade desde a criação do Programa de Inclusão Social da USP (Inclusp), em 2006. No total de ingressantes na Universidade, o número de alunos matriculados que se declararam pretos, pardos e indígenas (PPI) também cresceu, passando de 17,2%, em 2014, para 18,8% neste ano. Desses, 32,1% são oriundos de escolas públicas beneficiados pelos bônus do Programa, representando aumento de 14,2% em relação a 2014.

Outro dado importante refere-se ao perfil socioeconômico dos alunos ingressantes neste ano. A maior porcentagem dos matriculados declarou ter renda familiar de três a cinco salários mínimos — 19,6% dos alunos matriculados em 2015 (em 2008, essa porcentagem era de 15,7%). Para a renda familiar de até sete salários mínimos, o índice chega a 56,7%. Em 2008, esse índice era de 41,5%.

Em 2014, o Conselho de Graduação aprovou mudanças no sistema de bonificação do Inclusp. A partir do vestibular deste ano, o candidato de escola pública recebe a porcentagem total da bonificação, que varia de acordo com o grupo em que o candidato se inserir: Inclusp Ensino Médio (aluno que cursou ou esteja cursando ensino médio em escola pública) 12%; Inclusp Ensino Básico (aluno que cursou ensino fundamental na rede pública e tenha cursado ou esteja cursando, integralmente, o ensino médio em escola pública) 15%; Bônus Pasusp (concedido a candidato que cursou integralmente o ensino fundamental na rede pública e que esteja cursando o 2º ou 3º ano do Ensino Médio em escolas públicas) até 20%; Bônus PPI –EB (candidato inscrito no vestibular na condição de Inclusp Ensino Básico e que se declararem pretos, pardos e indígenas) 5%.

Nos últimos cinco anos, de 2010 a 2015, a percentagem de novos alunos que entraram na USP vindos da escola pública aumentou em 36%. O número absoluto de alunos oriundos das escolas públicas aumentou 41% nesse período (de 2.730, em 2008, para 3.847, em 2015). Entre os alunos PPI vindos da escola pública, no mesmo período, o número absoluto aumentou 89% (652, em 2008, para 1.232, em 2015).​

Deixe um comentário

  • (não será exibido)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>