Inscrições para o Sisu de meio de ano vão de 8 a 10 de junho

Educação Ensino superior

Sistema seleciona candidatos para universidades públicas a partir da nota do Enem

Campus da UFRJ (Foto: Monica Kaneko/Flickr/CC) Campus da UFRJ (Foto: Monica Kaneko/Flickr/CC)

Do Ministério da Educação

O período de inscrições para participação na segunda edição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de 2015 começa em 8 de junho, segunda-feira. As inscrições serão efetuadas exclusivamente pela internet, por meio do site oficial do programa, até as 23h59m do dia 10 de junho. O Sisu é o sistema informatizado, gerenciado pelo Ministério da Educação, no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

O resultado da chamada regular será divulgado em 15 de junho na página do Sisu. A matrícula deverá ser realizada nos dias 19, 22 e 23 de junho, na instituição em que o aluno foi selecionado.

Quem não conseguiu uma vaga na chamada regular pode participar da lista de espera se inscrevendo na página do Sisu, na internet, entre os dias 15 e 26 de junho. O candidato só poderá manifestar interesse em participar da lista de espera para o curso que escolheu como sua primeira opção, no momento da inscrição.

 

Sisu

Período de inscrição: 8 a 10 de junho

Taxa de inscrição: não há

Como se inscrever: pelo site do Sisu (http://sisu.mec.gov.br/)

Critérios: ter feito o Enem 2014 e ter tido nota maior que zero na redação

Como funciona: o candidato pode escolher duas opções de curso. Ao longo do período de inscrição, ele pode alterar suas opções. Ao mesmo tempo, o sistema divulga as notas de corte para cada curso, atualizadas periodicamente. Dessa forma, o candidato pode migrar a opção de acordo com a nota que obteve no Enem.

Vagas: nesta edição, serão oferecidas 55.576 vagas em 72 instituições públicas de ensino superior.

Ação afirmativa: todas as instituições federais (universidades e institutos de educação, ciência e tecnologia) devem seguir a Lei de Cotas e reservar vagas para estudantes que cursaram o ensino médio em escola pública, para negros e indígenas, e para estudantes de baixa renda. Além disso, as universidades podem ter programas próprios para inclusão. Portanto, o candidato pode concorrer para as vagas reservadas pela Lei de Cotas, pelas destinadas a outros programas e pela ampla concorrência. Porém um candidato não pode escolher como suas duas opções modalidades diferentes no mesmo curso e instituição. Além disso, as universidades podem adotar critérios próprios de acréscimo na nota (bônus). Nesse caso, o candidato concorre às vagas na ampla concorrência.

Resultado: os candidatos aprovados serão convocados em chamada única no dia 15 de junho. As matrículas deverão ser realizadas nos dias 19, 22 e 23 de junho. Caso o candidato não tenha sido aprovado no curso escolhido como primeira opção, poderá se inscrever para a lista de espera entre 15 e 26 de junho.

Deixe um comentário

  • (não será exibido)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>