No Dia Internacional da Juventude, seminário debate direitos da população jovem

Mobilização

O Estatuto da Juventude completou dois anos e ainda enfrenta desafios para sua implementação

9110861129_83f2ab7d21_o

Da Sistema Nações Unidas no Brasil e Secretaria Nacional de Juventude

Nesta quarta-feira, 12 de agosto, o mundo celebra o Dia Internacional da Juventude. Como parte das comemorações, o Grupo Assessor sobre Juventude do Sistema ONU no Brasil – formado por agências do Sistema, pela Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) e pelo Conselho Nacional de Juventude (CONJUVE) – realiza, em Brasília, o Seminário “Da Lei à Prática: 2 anos do Estatuto da Juventude e Caminhos para a sua Implementação”. O encontro terá um espaço para o debate sobre a efetivação e ampliação dos direitos das e dos jovens do país e como garantir o investimento na população jovem. O Estatuto da Juventude, que completa dois anos em agosto de 2015, determina os direitos dos(as) jovens que devem ser garantidos e promovidos pelo Estado brasileiro.

Este será um momento de encontro e debate entre referências na promoção da pauta da juventude. O seminário terá um formato “Talk Show” e contará com a presença do Coordenador Residente do Sistema ONU no Brasil, Jorge Chediek; do Secretário Nacional de Juventude, Gabriel Medina; do Secretário de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do Ministério da Educação, Paulo Gabriel Nacif; da Diretora de Políticas de Educação para a Juventude do Ministério da Educação, Cláudia Veloso Guimarães; do conselheiro CONJUVE e representante do coletivo Enegrecer, Walmir Junior; além de representações do Ministério da Cultura, do Ministério da Saúde, da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e do Ministério do Trabalho e Emprego. Jovens de todo o país representantes de diversas redes e coletivos deverão compor a plateia e fazer as intervenções sobre expectativas e desafios relacionados ao Estatuto.

» Acompanhe ao vivo no site: www.unfpa.org.br

Dificilmente progressos sociais e econômicos poderão ser alcançados nos próximos anos sem os investimentos certos na maior população jovem da história: no mundo, são mais de 1,8 bilhão de pessoas jovens, e no Brasil esse número ultrapassa 52 milhões. A quantidade sem precedentes de jovens no país e no mundo proporciona um momento histórico único, que precisa ser aproveitado para o alcance do desenvolvimento inclusivo e sustentável. E para que essa população possa transformar as suas realidades atuais e o destino de seus países, é crucial que as leis e as políticas públicas nacionais estejam orientadas para fortalecer suas trajetórias.

Intervenções artístico-culturais
A expressão e força da linguagem hip hop para a garantia dos direitos da população jovem do país serão valorizadas durante a comemoração do Dia Internacional da Juventude. A partir das 9h, o coletivo Ruas inicia uma intervenção artístico-cultural com a preparação de uma obra em grafite sobre os 11 eixos do Estatuto da Juventude. O painel grafitado, que será lançado após o “Talk Show”, é uma doação do Sistema das Nações Unidas ao governo brasileiro como um marco da celebração do Dia Internacional da Juventude de 2015.

Dia Internacional da Juventude
Em 17 de dezembro de 1999, a Assembleia Geral das Nações Unidas declarou 12 de Agosto como Dia Internacional da Juventude. A celebração tem por objetivo promover o debate e sensibilização sobre temas relacionados à agenda da juventude. Para as Nações Unidas, a juventude é uma força de transformação e deve desempenhar um papel fundamental no processo de construção do desenvolvimento sustentável.

Deixe um comentário

  • (não será exibido)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>