Lei de cotas nas universidades federais completa três anos

Educação Ensino superior

A lei garante a reserva de vagas para estudantes de escolas públicas e, dentre estes, para negros e indígenas e para candidatos de baixa renda

9600333509_d944e9460c_h

Criada para atenuar o quadro de exclusão no ensino superior, a Lei de Cotas completa três anos desde que foi sancionada, no dia 29 de agosto de 2012. A lei garante a reserva de vagas de universidades e institutos federais para estudantes de escolas públicas e, dentre estes, para negros e indígenas e para candidatos de baixa renda. Segundo o Ministério da Educação, no processo do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do segundo semestre de 2015, as instituições destinaram pelo menos 37,5% de suas vagas para as cotas. A lei prevê que, a partir do ano que vem, 50% das vagas sejam destinadas às cotas.

De acordo com projeção da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), a medida já ofertou aproximadamente 150 mil vagas para negros. O número exato de vagas ofertadas em 2015 estará disponível apenas em 2016. Os dados apontam também que, em 2013, 33% das vagas eram destinadas a cotistas. Desse total, 17,25% eram negros. Em 2014, 40% das vagas foram para cotistas sendo que os negros representaram 21,51% dos alunos. Antes da lei, em 2012, as universidades federais reservaram apenas 21,6% das vagas.

Pesquisadores do Grupo de Estudos Multidisciplinares de Ação Afirmativa, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Gemaa/Uerj), João Feres Junior e Verônica Toste Daflon alertam em um artigo para a necessidade de acompanhar os impactos das cotas. “Em muitos cursos, a cota não está apenas funcionando como um piso, mas também como um teto para a inclusão de egressos de escola pública, membros de famílias com baixa renda e não-brancos. Em alguns casos, o desempenho desses grupos supera substantivamente o desempenho dos não-cotistas. Mas ainda assim, a presença deles nos cursos fica restrita à cota determinada pela lei”, afirmam.

Quer saber mais sobre a política de cotas? Veja o nosso especial!

especialcotas

Deixe um comentário

  • (não será exibido)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>