A menos de um mês, veja 5 dicas para se preparar para o Enem

Escolha Profissional

Exame Nacional do Ensino Médio permite concorrer a vagas em universidades públicas e bolsas em universidades privadas

Foto: Secretaria Estadual de Educação - SP Foto: Secretaria Estadual de Educação - SP

Com informações do Ministério da Educação

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que permite concorrer a vagas em universidades públicas e bolsas em universidades privadas, acontece nos dias 24 e 25. No sábado, 24 de outubro, serão realizadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos, contadas a partir da autorização do aplicador. No domingo, 25, será a vez de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos. As provas objetivas são compostas de 45 questões de múltipla escolha.

A aplicação das provas começará às 13h30, considerado o horário oficial de Brasília. Os candidatos terão acesso aos locais a partir das 12h e os portões serão fechados às 13h. Os candidatos devem verificar se há diferença do seu horário local em relação ao da capital federal.

Este ano, o cartão de confirmação do Enem terá formato digital. Com isso, os participantes devem buscar o acesso ao sistema de inscrição do exame pela internet — nas edições anteriores, o comprovante era enviado pelos Correios.

Veja 5 dicas para se preparar:

  1. Apoio da família

Para o professor de língua portuguesa e literatura Rafael Batista, a família deve participar da preparação dos estudantes. “É importantíssimo que a família esteja com o candidato, que dê confiança”, disse. “O candidato não pode se sentir pressionado, cobrado demais porque já existe um peso muito grande nessa trajetória”.

Batista explica que a família ajuda ao oferecer a estrutura para o jovem estudar. “É importante que a família consiga sempre garantir um espaço adequado para o estudante, com silêncio, lugar para os livros”, destacou. “No dia da prova, a família precisa estar junto e fazer a rotina da casa se adequar à das provas”.

  1. Manter o ritmo

Para o professor Rodrigo Pavan, coordenador de cursinho, essa última etapa de preparação requer mais determinação e disciplina dos candidatos. “O ritmo de estudo não pode diminuir; estamos numa reta final”, disse.  “É a hora em que o candidato deve dar o último gás, não perder o pique e, obviamente, ter mais atenção com português e matemática”.

  1. Resolver provas anteriores

Coordenador de turmas de ensino médio, o professor George Gonçalves afirma que uma boa maneira de o estudante se preparar para o Enem é resolver provas anteriores do exame. É uma forma de o candidato se adaptar ao tipo de questão que as provas contêm. “Tanto as provas aplicadas aos candidatos convencionais quanto aquelas aplicadas nas unidades prisionais são ricas em questões que podem apresentar raciocínios e semelhanças no exame que está por vir”, alertou. “Com essas questões, é possível apontar falhas de maneira antecipada”.

  1. Olhar crítico para a realidade

Segundo o professor Rafael Batista, a prova de redação do Enem é diferente daquelas aplicadas em outros vestibulares. “A redação do Enem tem um diferencial: precisa avaliar o aluno que termina o ensino médio, mas também avaliar se esse estudante se porta como um sujeito crítico diante da realidade”, afirmou. “Além de apresentar argumentos, o aluno também precisa apresentar propostas de intervenção para se demonstrar como um sujeito crítico”.

O professor também destacou a importância de o estudante compreender o que é exigido pelo exame. “É importantíssimo que os participantes percebam que a redação não pode ferir os direitos humanos, já que estamos falando de um debate social para a promoção da dignidade”, salientou. “Além disso, a estrutura do texto tem de ser dissertativa, ou seja, um texto que exponha informações e apresente argumentos”.

  1. Organizar o tempo

A professora de redação Sharlenne Leite explica que o tempo é uma das maiores preocupações dos estudantes. Saber lidar com ele é importante. “O aluno precisa treinar o tempo das provas para se sentir mais seguro no dia do exame”, afirmou. “É preciso criar uma estratégia de uso do tempo para que não seja mais um complicador”.

O professor de matemática Frederico Torres orienta os participantes a ganhar confiança nos conteúdos com os quais tenham mais familiaridade. “No dia da prova, é importante começar pelas matérias que eles considerem ter mais facilidade, para gerar uma confiança de que conseguem resolver as questões”, disse.

 

Deixe um comentário

  • (não será exibido)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>