Enem: veja respostas para as principais dúvidas sobre o exame

Educação Ensino superior

O o cálculo da nota e os usos do exame ainda causam muitas dúvidas entre os estudantes. Respondemos algumas perguntas bastante comuns sobre o Enem

Saladeaula_itapevi

O Enem 2015 acontece nos dias 24 e 25 de outubro. A prova é usada como seleção para universidades públicas e privadas, além de servir como certificação para adultos que não concluíram o ensino médio. Mas o formato da prova, o cálculo da nota e os usos do exame ainda causam muitas dúvidas entre os estudantes. O Tô no Rumo compilou algumas perguntas bastante comuns sobre o Enem para responder abaixo.

O que cai na prova do Enem?
O exame é dividido entre quatro áreas do conhecimento (Linguagens, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática), com provas objetivas, e a redação. A redação costuma abordar temas contemporâneos, mas não necessariamente as últimas notícias – até porque o tema é definido no primeiro semestre. É importante lembrar que a falta de respeito aos direitos humanos pode zerar a nota!

» Leia mais sobre a redação no Enem

Que nota preciso tirar para passar no Enem?
O Enem é uma prova que é utilizada em diversos processos seletivos. Porém, a realização do exame por si só não significa concorrer uma vaga de ensino superior ou outra. Ou seja, não existe “passar no Enem”. Por outro lado, alguns processos seletivos têm a média de 450 como ponto de partida – a escala em cada prova vai até 1000 pontos. Isso pode dar uma ideia sobre seu desempenho.

O que eu posso fazer com a nota do Enem?
O Ministério da Educação utiliza o Enem em programas de acesso ao ensino superior:

– Sistema de Seleção Unificada (Sisu): reúne vagas de universidades e institutos federais e algumas universidades estaduais. Nesse caso, qualquer pessoa que tenha feito o Enem no ano anterior e tenha tido nota maior que zero na redação pode participar. A concorrência em diversos cursos é alta, portanto as notas para entrada sobem.

– Programa Universidade para Todos (ProUni): concede bolsas integrais ou parciais para instituições privadas de ensino superior. Para participar, há critérios socioeconômicos (como ter feito o ensino médio em escola pública). Além disso, é preciso não ter zerado a redação e ter obtido média de pelo menos 450 pontos no Enem do ano anterior – ou seja, somando as notas das quatro áreas do conhecimento e da redação e dividindo por 5. Algumas faculdades podem ter mais concorrência e notas bem maiores para obter a bolsa.

– Fundo de Financiamento Estudantil (Fies): é uma espécie de empréstimo para quem quer fazer um curso superior privado. Tem como critérios ter renda familiar per capita de até 2,5 salários mínimos e ter feito o Enem no ano anterior – com nota maior que zero na redação e média de pelo menos 450 pontos.

Além disso, o Enem é usado para certificação do ensino médio e para acesso a outras universidades.

Quantas questões eu preciso acertar para atingir determinada nota?
Diferentemente de outras provas, em que uma questão acertada vale um ponto, no Enem o cálculo da nota é feito considerando a coerência das respostas. O objetivo é identificar em que lugar na escala de proficiência o candidato está. Se o estudante acerta uma questão fácil e uma questão média, o sistema considera que ele de fato domina aquele conteúdo. Por outro lado, se ele acertar uma questão fácil e uma difícil, mas errar a questão de dificuldade média, o sistema vê uma inconsistência. No primeiro caso, a nota é maior do que no segundo. Porém, todas as questões acertadas contribuem na nota.

» Saiba mais sobre o cálculo da nota do Enem

Como obter certificação do ensino médio?
A certificação do ensino médio deve ser solicitada no momento da inscrição no Enem. É necessário ter pelo menos 18 anos completos, ter nota mínima de 450 pontos em cada uma das áreas do conhecimento avaliadas e de 500 pontos na redação.

Deixe um comentário

  • (não será exibido)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>