Veja como usar a nota do Enem para concorrer a vagas em universidades

Educação Ensino superior

O MEC anunciou o calendário do Enem 2018; as inscrições serão de 7 a 18 de maio

Foto: Cecilia Bastos/USP Imagens Foto: Cecilia Bastos/USP Imagens

O Ministério da Educação divulgou na última quinta-feira os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. Os participantes podem conferir os resultados no site ou pelo aplicativo do Enem. No último ano, cerca de 4,7 milhões de pessoas fizeram as provas. O MEC também anunciou o calendário para o exame em 2018. O edital será publicado em 21 de março e as inscrições serão realizadas de 7 a 18 de maio deste ano. O período de solicitação de isenção e de justificativa da ausência no Enem 2017 será de 2 a 11 de abril, pela Página do Participante. As provas acontecerão nos dias  4 e 11 de novembro.

Sisu – 2018

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) é o sistema informatizado, gerenciado pelo Ministério da Educação (MEC), no qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas para candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Período de inscrição: 23 a 26 de janeiro de 2018

Taxa de inscrição: não há

Como se inscrever: pelo site do Sisu (http://sisu.mec.gov.br/)

Critérios: ter feito o Enem 2017 e ter tido nota maior que zero na redação

Vagas: 239.601 vagas em 130 instituições de ensino públicas

Como funciona: o candidato pode escolher duas opções de curso. Ao longo do período de inscrição, ele pode alterar suas opções. Ao mesmo tempo, o sistema divulga as notas de corte para cada curso, atualizadas periodicamente. Dessa forma, o candidato pode migrar a opção de acordo com a nota que obteve no Enem.

Ação afirmativa: todas as instituições federais (universidades e institutos de educação, ciência e tecnologia) devem seguir a Lei de Cotas e reservar vagas para estudantes que cursaram o ensino médio em escola pública, para negros e indígenas, para estudantes de baixa renda e para pessoas com deficiência. Além disso, as universidades podem ter programas próprios para inclusão. Portanto, o candidato pode concorrer para as vagas reservadas pela Lei de Cotas, pelas destinadas a outros programas e pela ampla concorrência. Porém um candidato não pode escolher como suas duas opções modalidades diferentes no mesmo curso e instituição. Além disso, as universidades podem adotar critérios próprios de acréscimo na nota (bônus). Nesse caso, o candidato concorre às vagas na ampla concorrência.

Resultado: está previsto para ser divulgado no dia 29 de janeiro. A matrícula da chamada regular deverá ser feita entre 30 de janeiro e 7 de fevereiro.

Deixe um comentário

  • (não será exibido)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>