Começam inscrições para o ProUni do segundo semestre

Educação Ensino superior

Programa oferece bolsas integrais e parciais em instituições privadas de ensino superior

Foto: Marcos Santos/USP Imagens Foto: Marcos Santos/USP Imagens

26/6/2018

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni) começam hoje (26) e vão até sexta-feira (29). As inscrições são feitas exclusivamente pela internet, na página do programa. O ProUni oferece bolsas de estudo em instituições privadas de ensino superior.  Ao todo, neste processo seletivo, serão ofertadas 174.289 vagas, sendo 68.884 bolsas integrais e 105.405 parciais, em 1.460 instituições. As bolsas são para o segundo semestre.

Para se candidatar, é preciso ter feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017, ter alcançado no mínimo 450 pontos e ter tido nota superior a zero na redação.

Além disso, só podem participar alunos brasileiros sem curso superior e que tenham feito o ensino médio completo na rede pública ou como bolsista integral na rede privada. Alunos que fizeram parte do ensino médio na rede pública e a outra parte na rede privada, na condição de bolsista, ou que sejam deficientes físicos ou professores da rede pública também podem solicitar uma bolsa.

O candidato que quiser uma bolsa integral deve ter renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio. As bolsas parciais de 50% são destinadas aos alunos que têm renda familiar per capita de até três salários mínimos. Quem conseguir uma bolsa parcial e não tiver condições financeiras de arcar com a outra metade do valor da mensalidade, pode utilizar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). (Agência Brasil)

ProUni – 2º semestre de 2017

Período de inscrição: 26 a 29 de junho

Taxa de inscrição: não há

Como se inscrever: pelo site do ProUni (http://prouniportal.mec.gov.br/)

Critérios:

  • ter feito o Enem 2017, ter tido nota maior que zero na redação e mínimo de 450 pontos na média das notas;
  • não ter diploma de ensino superior;
  • ter cursado o ensino médio em escola pública ou privada com bolsa de estudos (no caso de pessoas com deficiência ou professores da rede pública, esse critério não se aplica);
  • ter renda familiar per capita de até 1,5 salário mínimo (para bolsas integrais) ou de até 3 salários mínimos (para bolsas de 50%).

Vagas: 174.289 vagas, sendo 68.884 bolsas integrais e 105.405 parciais, em 1.460 instituições.

Como funciona: o candidato pode escolher duas opções de curso. Ao longo do período de inscrição, ele pode alterar suas opções. Ao mesmo tempo, o sistema divulga as notas de corte para cada curso, atualizadas periodicamente. Dessa forma, o candidato pode migrar a opção de acordo com a nota que obteve no Enem.

Ação afirmativa: além dos critérios para inscrição, as instituições participantes devem reservar vagas para pretos, pardos e indígenas, de acordo com o percentual dessas populações no estado.

Resultado: a primeira chamada será divulgada no dia 2 de julho e a segunda chamada, no dia 16 do mesmo mês.

Atenção: a documentação para a matrícula é determinada pela instituição de ensino. Procure se informar e se preparar com antecedência. Saiba quais documentos são pedidos normalmente e como obtê-los.

Deixe um comentário

  • (não será exibido)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>