Jovens foram mais prejudicados pelo aumento da desigualdade

Mobilização

Estudo do FGV Social mostra aumento da distância na renda entre mais pobres e mais ricos

Wikimedia Commons Wikimedia Commons

Um estudo do FGV Social, da Fundação Getúlio Vargas, mostra que a desigualdade de renda vem aumentando desde o início de 2015. A partir de dados do IBGE, o estudo mostra que a concentração de renda do trabalho atingiu o maior índice de concentração da série histórica brasileira. Desde o fim de 2014 até o segundo trimestre de 2019, a renda dos 50% mais pobres da população caiu 17% e a dos 1% mais ricos cresceu 10%. 

Ao analisar a renda do trabalho em grupos da população, o estudo mostra que os jovens foram os maiores prejudicados pela crise econômica pela qual passa o país desde esse período. A renda do trabalho na faixa etária entre 20 e 24 anos caiu 17,7%, em comparação com uma queda de 3,7% na população em geral. Outros grupos afetados foram as pessoas sem instrução (com queda de renda de 15%), da região Norte do país (13%) e pessoas de cor preta (8,3%). A renda das mulheres, porém, aumentou em 2%. 

De acordo com a pesquisa, os principais fatores para a queda da renda foram o valor da educação – o que significa que a crise prejudicou mais os menos escolarizados – e o aumento do desemprego. 

O economista Marcelo Neri, autor do estudo, define esse período de quatro anos de alta ininterrupta de alta da desigualdade como “recessão excludente”, em contraste com um período de crescimento inclusivo. As políticas sociais, atingidas pelos cortes relacionados à política de austeridade, têm um impacto importante para a garantia da condição de vida das pessoas, especialmente em um momento de crise. E também beneficiam a a circulação da economia. Segundo o estudo, a ideia de que “o Estado não vai poder socorrer aos cidadãos em apuros” faz com as pessoas reprima sua demanda por bens e serviços. 

Veja todos os materiais da pesquisa

Deixe um comentário

  • (não será exibido)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>